google.com,pub-9597097359230576,DIRECT,f08c47fec0942fa0 google.com,pub-9597097359230576,RESELLER,f08c47fec0942fa0

Empresários de MG importam e tomam vacinas ilegalmente

Empresários e políticos de Minas Gerais serão investigados por que teriam importado e tomado ilegalmente doses da vacina Pfizer. Vários políticos e empresários do setor de transportes de Minas Gerais e seus familiares tomaram a primeira dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 na última terça-feira (23). A imunização é feita separadamente, não pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o que é considerado ilegal. As informações são da revista Piauí. Para cada dose tomada, o custo de duas doses equivale a 600 reais. Segundo o responsável pela vacinação, a vacinação foi organizada pelos empresários Rômulo e Robson Lessa, que são donos da empresa de ônibus “Viação Saritur” e são realizadas na garagem da empresa. Um dos beneficiários da imunização foi o ex-senador Clésio Andrade (Clésio Andrade), o ex-presidente da Federação Nacional dos Transportes (CNT), de 69 anos. Ele disse à revista Piauí que foi convidado e não pagou a vacinação.

You May Also Like